Perda auditiva

A surdez súbita é definida como um episódio de deficiência auditiva, de instalação repentina, que varia de minutos a poucos dias (até 3 dias). A magnitude dos sintomas pode variar de pequenas perdas auditivas ou eventualmente, anacusia (surdez total). Em geral é unilateral ou, mais raramente bilateral. Quando além da parte auditiva, a vestibular também for comprometida, tonturas e acúfenos (perceber sons que não foram gerados externamente ao corpo, sons imaginários) podem ser sentidos.

Apesar de tais sintomas poderem ocorrer por doenças agudas no nível dos ouvidos externos e médio, como nos casos de rolhas de cêra e otites médias secretoras, o termo de surdez súbita foi consagrado pelo uso, para referir-se apenas à surdez sensorioneural, causadas por doenças dos receptores periféricos e/ou vias acústicas centrais.