Fraturas do Nariz

Os ossos do nariz quebram (fraturam) mais freqüentemente que os demais ossos na face. Quando isto ocorre, a membrana mucosa que reveste o nariz comumente é lacerada, acarretando sangramento nasal. Como a membrana mucosa e outros tecidos moles inflamam rapidamente, o diagnóstico da fratura pode ser difícil. Mais comumente, a ponte nasal é deslocada para um lado e os ossos nasais o são para o outro lado.

Quando ocorre acúmulo de sangue cartilagem do septo nasal (a estrutura que divide o nariz), ela poderá tornar-se infectada e morrer, produzindo uma deformidade em sela, na qual a ponte nasal afunda no meio.

Um indivíduo com sangramento e dor nasal após um traumatismo fechado pode apresentar uma fratura de nariz. Comumente, o médico diagnostica uma fratura de nariz através da palpação delicada da ponte nasal, buscando irregularidades de forma, movimentos ósseos incomuns, a sensação dos ossos fraturados que se movem um contra outro e dor. O diagnóstico é confirmado através de radiografias.

Quando é diagnosticada uma fratura de nariz, os adultos comumente são submetidos a uma anestesia local e as crianças a uma anestesia geral. A seguir, o sangue acumulado no septo é drenado para evitar a infecção e a destruição da cartilagem. Após o nariz ser colocado em sua posição normal,ele é estabilizado com tampões de gaze no interior do nariz e um imobilizador no seu exterior. A estabilização de fraturas do septo é difícil e uma cirurgia posterior é freqüentemente necessária.